Agadez

Caminhã carregado de suprimentos, mercadorias e pessoas cruza o deserto em direção a Agadez. Foto de Shepherd

No meio do Sahara há um oásis, belo e em conflito

No norte da África, ao norte da Nigéria, no meio do Sahara fica uma cidade chamada Agadez (ou Agades), capital da província de Air. Em 2005, Agadez tinha 88.569 pessoas vivendo em seu oásis. É a cidade do povo africano conhecido como Tuaregs que, na tradução do idioma local, signifca “esquecidos por Deus”.

Foi fundada no século XIV como parte de uma importante rota comercial no deserto do Sahara. Em 1900 foi tomada pelos franceses e foi palco de duas Revoltas Tuaregs (a primeira nos anos 90 e a segunda permanece sem conclusão).

Atualmente o lugar é um centro comercial e uma área de onde se extrai urânio. Seu comércio de camelos, prata e couro é bastante conhecido dos visitantes. Entretanto, desde 2007, quando um novo surto de violência estourou na região, muitos países e agências (como os Estados Unidos e as linhas aéreas européias) deixaram de incluir a cidade centenária em suas rotas turísticas, o que destruiu a indústria do turismo que surgia ali.

Acredita-se que estradas indo e saindo de Agadez estejam repletas de minas terrestres. Além disso, o governo nigeriano vedou a entrada de jornalistas internacionais e organizações humanitárias na área.

Neste ensaio fotográfico totalmente dedicado a região de Agadez, foram reunidas 10 fotografias de sete fotografos com estilos diferentes e de diferentes  nacionalidades. São eles AlexM., archetypes, Alfio Cioffi, Nisa Maier, Shepherd, Swiatoslaw Wojtkowiak e Vicente Méndez.

Mulher Tuareg em Agadez. Foto de Swiatoslaw Wojtkowiak

 

Foto de Swiatoslaw Wojtkowiak

 

População da cidade. Foto de archetypes